Brasil deve terminar vacinação de adultos antes dos EUA O Brasil mostra sinais positivos no ritmo de vacinação contra a Covid-19, superando os Estados Unidos no objetivo de proteger ao menos a população adulta. O país caminha para que toda a população adulta esteja vacinada até o fim de setembro. Na sexta-feira (20), o Brasil chegou à marca de 120 milhões de brasileiros vacinados com a primeira dose. O número corresponde a 75% da população adulta.

Dados do Our World in Data, ligado à Universidade de Oxford, no Reino Unido, mostram que, desde o dia 20 de junho, a média diária de aplicações no país supera a norte-americana. Desde então, foram administradas diariamente no Brasil mais de 1 milhão de vacinas, com alta desde junho.

A tendência da imunização nos dois países se inverteu: nos EUA, que chegou a ter uma média diária de 3,4 milhões de doses aplicadas, a média diária dos últimos sete dias está em 823,3 mil; o Brasil tem média de 2,01 milhões. Mantido o atual ritmo de vacinação nos dois países, o Brasil demoraria cerca de 20 dias para imunizar toda a população adulta do país. Os Estados Unidos demorariam cerca de 67 dias para imunizar todos os norte-americanos acima dos 18 anos.

Ao todo, o Ministério da Saúde já aplicou 172,9 milhões de doses de vacina Covid-19 das mais de 207 milhões de vacinas distribuídas aos estados.

“Nós assumimos um grande desafio desde que começamos a vacinação no Brasil: vacinar o mais rápido possível os brasileiros. Seguimos firmes nesse propósito, confiantes de que estamos no caminho certo para conter a pandemia da Covid-19 e ter um cenário sanitário mais tranquilo. Cada dose aplicada é uma dose de esperança para os brasileiros”, afirma o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.