Pr. Cláudio Duarte teme uma guerra civil e convoca cristãos para manifestações em 7 de setembro O pastor Cláudio Duarte, famoso por seus stand-ups sempre muito bem-humorados, deixou o tom leve de suas mensagens para fazer um alerta aos cristãos. Ele disse que se o povo de Deus não se posicionar e tomar uma decisão, está sujeito a viver uma guerra civil.

Segundo ele, a liberdade no Brasil está em risco. O pastor fez um apelo para que os cristãos participem de manifestações nas principais cidades do país que, entre outras coisas, defenderá a liberdade religiosa e de expressão.

A mensagem preocupada de Duarte veio logo após o aumento de prisões e exclusões de contas nas redes sociais de pessoas conservadoras.

O ato de 7 de setembro também será de apoio ao voto impresso, além de um protesto contra o que muitos conservadores chamam de “abusos cometidos pelos integrantes do Supremo Tribunal Federal (STF)”.

Segundo ele, a expressão “miliciano digital”, como foi chamado por ministros do STF e de movimentos de esquerda, é algo que ele nunca viu na vida.

“Não dá mais, eu prefiro que meu neto olhe pra mim, ou pro meu nome, daqui uns anos, e diga ‘vovô levantou uma bandeira, lutou por ela, morreu por ela, não foi covarde, não foi covarde’, do que calar minha boca”, disse o religioso pedindo que os fiéis divulguem a manifestação de 7 de setembro.

O pastor Silas Malafaia, líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, também convocou os evangélicos para o ato.

“Isso aqui não vai virar uma Argentina e nenhuma Venezuela. Vamos exercer a nossa cidadania... Tenho certeza que essa gente má vai cair. E não vai ter senadores e deputados que vai aguentar a pressão do povo brasileiro. O povo brasileiro é o supremo poder. E Deus é o supremo juiz”, afirmou.