Vídeo em que Randolfe aparece apelando pela compra da Covaxin causa tumulto na CPI Um vídeo apresentado pelo deputado Ricardo Barros (PP-PR) na CPI da Pandemia, nesta quinta-feira (12), provocou um grande tumulto entre senadores de oposição.

Nas imagens, o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), vice-presidente da CPI, aparece fazendo um apelo à Anvisa para autorizar a aplicação da vacina da Covaxin no Brasil.

“Para a Covaxin, essas duas vacinas já têm autorização em outros países. Nós não podemos tratar tempos de guerra com os mesmos parâmetros de tempos de paz. Eu apelo à Anvisa o quanto antes, o quanto antes possível, de imediato [a liberação da vacina]”, diz Randolfe no vídeo.

Desde o início da CPI, Randolfe tenta criminalizar a tentativa de compra não consumada desse imunizante pelo Ministério da Saúde. A tentativa de negociação para compra da vacina indiana é alvo de investigações pelos senadores.

Barros relatou que no início das negociações para compra de vacinas “todos buscavam as liberações dos imunizantes para uso no Brasil”, entretanto, somente ele é acusado de fazê-lo de má fé.

Randolfe foi relator da Medida Provisória que permitia a celeridade nos contratos de compra de vacinas em combate à pandemia no país.

Siga-nos