Mais que vencedores: atletas olímpicos aproveitaram oportunidades de anunciar o nome de Jesus

Estas foram as Olimpíadas em que os valores da família estiveram ainda mais evidentes e o nome de Deus foi exaltado entre grandes vencedores. Em Tóquio o Brasil fez sua melhor participação na história dos Jogos, ficando com 21 medalhas (sete ouros, seis pratas e oito bronzes). Mas alguns foram mais que vencedores. 

Em um evento que, mesmo sem público por conta da pandemia, reuniu pessoas de 203 países representadas por suas delegações, atletas como os brasileiros Rebeca Andrade, Rayssa Leal e Ítalo Ferreira transmitiram a mensagem do Evangelho seja por meio de um louvor cantado, uma foto com a família da igreja, uma oração ou mesmo uma declaração emocionada de “toda honra e glória ao nosso Deus”. Eles se destacaram entre os mais de 11 mil atletas participantes dos Jogos de Tóquio.

“Toda hora que eu acordava de madrugada para orar, eu pegava o papelzinho (escrito ‘Diz amém que o ouro vem’) e fazia minha oração”, declarou o surfista Ítalo Ferreira logo após a conquista do ouro.

Momentos também em que reconheceram suas raízes, a família, honrando pai e mãe.

“Queria que minha mãe estivesse aqui. A gente sonhou isso junto e, para ser bem sincero, o que eu queria agora era poder pegar, ligar para ela e falar que valeu a pena. Lembro uma vez quando eu estava voltando de um treino quando era pequeno e voltei chorando porque tinha apanhando muito no treino. E ela falou 'Não, Dani. Vamos comer alguma coisa e amanhã é um novo dia'”, comentou Daniel Cargnin após o bronze na categoria até 66kg do judô.

Mensagens com princípios cristãos que não ficaram somente na capital japonesa, mas se espalharam pelo mundo através das centenas de veículos de imprensa que transmitiram o maior evento esportivo do mundo aos cinco continentes.

Atletas de outros países também não esconderam sua fé em Cristo e mostraram ao mundo algo que reluz mais do que o ouro, a prata e o bronze: o Espírito Santo de Deus. 

Todos cristãos que, em suas oportunidades, cumprem o mandamento de Deus.

“Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações...” (Mateus 28.19)