Após perder 10kg por conta da Covid e treinar em terreno baldio, atleta faz sucesso em Tóquio

Darlan Romani não conquistou a tão desejada medalha olímpica, mas sua história ganhou o coração de milhares de brasileiros. A premiação não veio por muito pouco, o atleta ficou em quarto lugar no arremesso de peso nos Jogos de Tóquio, chegando a alcançar sua melhor marca pessoal na temporada (21.88m). Uma posição duramente conquistada, ao contrário da velocidade com que as imagens de seus treinos ganharam a internet.

Com dificuldades para treinar durante a pandemia, Darlan se preparava em um espaço precário nos fundos de sua casa. Um vídeo de um desses treinos improvisados viralizaram nesta quinta-feira, após sua participação nas Olimpíadas.

Darlan é atleta do Pinheiros e o centro de treinamento onde ele fazia suas atividades diariamente, em Bragança Paulista, foi fechado por conta das restrições sanitárias.

Darlan montou uma pequena estrutura em um terreno no condomínio onde tem casa. Ele construiu o piso da área onde faz o giro para realizar o lançamento do peso a 20 metros de distância e pediu para um pedreiro assentar o local com concreto, para deixar plano. 

Nas redes sociais, ele agradeceu ao pedreiro a quem chamou de amigo, o Rogério.

As dificuldades não pararam por aí. Durante o período de preparação, Romani chegou até a ter Covid-19 e, durante a recuperação, perdeu cerca de 10 quilos. Ele também teve uma lesão e fez uma cirurgia antes dos jogos. 

Nas redes sociais, o atleta natural de Concórdia, no Oeste Catarinense, ganhou o apelido de Sr. Incrível, por conta da semelhança com o personagem do filme "Os Incríveis". Mas incrível mesmo é sua trajetória.



 



 



(Foto: Wagner Carmo/CBAt/Reprodução Twitter)