Fadinha medalhista e cristã: Rayssa Leal e familiares seguem caminho em Cristo até conquista

A pequena Rayssa Leal já está na história dos Jogos Olímpicos e do esporte brasileiro desde que, na madrugada da última segunda (26), aos 13 anos, se tornou a mais jovem medalhista olímpica da história do Brasil e, também, a mais jovem entre todas as nacionalidades nos últimos 85 anos. Mas nada disso teria acontecido sem o auxílio da fé, como fica claro em declarações de seus familiares.

Natural do Maranhão, a família da ‘Fadinha’ é membro da Primeira Igreja Batista de Imperatriz, cidade na Região Metropolitana do estado nordestino. Antes da conquista da prata pela brasileira, o perfil da PIB de Imperatriz nas redes sociais já havia manifestado a torcida por Rayssa:

“Todos nós da Primeira Igreja Batista de Imperatriz, estamos em grande torcida nesta noite pela nossa atleta Rayssa Leal. Que Deus abençoe você nesta competição!” – compartilhou a conta da PIB no Instagram.

Por meio de declarações em entrevistas e nas redes sociais, Rayssa e seus familiares sempre deixaram claro sua fé:

“Gratidão a Deus porque até aqui Ele me ajudou e sei que vai continuar. Pela saúde, família, amigos e por me dar forças nas batalhas mais difíceis.” – escreveu a mãe da skatista. “Filha eu estou muito orgulhoso em ver você realizando o seu sonho, estamos muito felizes por você, Deus tá no controle de tudo, entra na pista e se divirta" – compartilhou o pai.

A própria fadinha, após vencer um campeonato no Brasil, declarou:

“Jesus, obrigada por me proporcionar mais esse momento, Toda honra e glória a ti senhor."

Com apenas 13 anos e toda uma carreira pela frente, Rayssa Leal mostra que está no caminho certo.


Siga-nos