Medalhista de bronze na natação, Fernando Scheffer chegou a treinar em açude durante a pandemia Fernando Scheffer, de 23 anos, conquistou a primeira medalha da natação brasileira na Olimpíada de Tóquio (Japão). O gaúcho cravou o tempo de 1min44s66 e garantiu o bronze nos 200 metros estilo livre na noite desta segunda-feira (26) no Centro Aquático de Tóquio.

As primeiras posições da prova ficaram com dois representantes da Grã-Bretanha, o ouro com Thomas Dean, com o tempo de 1min44s22, e a prata com Duncan Scott, com 1min44s26.

Improviso
Scheffer foi um dos atletas que precisou reinventar métodos de treinamento para não perder ritmo. Sem conseguir treinar no seu clube, o Minas Tênis, o gaúcho de 23 anos montou um espaço dentro de sua própria casa para manter a forma e chegou a nadar em um açude.

Com vaga confirmada nas Olimpíadas de Tóquio desde abril de 2020, Scheffer não poderia parar de se exercitar. A meses do início das disputas de natação no Japão, o atleta decidiu alugar um sítio com alguns colegas de clube e eles passaram a nadar em um açude.

Após mais de um ano de incertezas e dificuldades, Scheffer chegou ao tão sonhado pódio olímpico.


(Foto: Satiro Sodré/CBDA)



Siga-nos