Especialista em segurança digital dá dicas para evitar golpes no WhatsApp

Desde 2009 no Brasil, o WhatsApp tem sido o aplicativo de mensagens favorito dos brasileiros, angariando mais de 120 milhões de usuários no país. A facilidade de uso e o baixo consumo de dados móveis do celular são algumas das conveniências do app, mas sua utilização também pode ser marcada por fraudes, links maliciosos e tentativas de golpes.

Seja com promoções super vantajosas, benefícios inexistentes do governo ou pedidos falsos de ajuda de um amigo, muitas pessoas acabam atraídas para a armadilha e compartilham seus dados ou até mesmo quantias em dinheiro para criminosos, em uma prática conhecida como “phishing”.

Pensando nisso, o Melodia News ouviu Waldo Gomes, diretor de marketing e relacionamento da NetSafe Corp, empresa com 20 anos de experiência em segurança da informação.

Confira a entrevista e as dicas para se manter seguro e evitar as fraudes:

O que é phishing? Ele está presente no WhatsApp?

Waldo Gomes:
Phishing é o termo utilizado para a prática de crime cibernético, onde são encaminhadas mensagens eletrônicas com o intuito de “pescar” desavisados, por isso o nome Phishing. A prática está presente em todas as modalidades de comunicação eletrônica (e-mail, SMS, navegação, etc.), o que inclui aplicativos de troca de mensagens, como o WhatsApp.

Quais são os sinais e passos que os usuários podem se atentar para evitar cair em golpes no WhatsApp?

O clássico é sempre desconfiar de comunicações não solicitadas, ofertas muito tentadoras, links vindos sem solicitação.... temos sempre que desconfiar. Se aparecer alguma promoção muito apetitosa, pesquise antes de acessar o link; se recebeu o link de algum conhecido e não é prática dessa pessoa, comunique-se com ele para saber se ele mandou realmente ou se ele está sofrendo um golpe que você possa ser incluído nele. Vale sempre desconfiar e confirmar caso tenha alguma comunicação que não seja corriqueira e que chame muito a atenção.

Recentemente, o WhatsApp adicionou uma função de transferir dinheiro diretamente pelo aplicativo. Quais são os cuidados que os usuários devem tomar?

Temos que tomar consciência que os equipamentos móveis estão com uns poderes nunca imaginados. Estão muito longe de ser um mero telefone, transformaram-se em uma extensão de toda a sua vida pessoal, suas informações corporativas, seus acessos financeiros, etc. Agora, o WhatsApp sobe mais um nível em termos de aplicativo e quer se consolidar como uma plataforma popular de pagamento. Com isso, devemos ainda mais nos preocupar com a segurança do aplicativo.

Por isso, é primordial seguir as regras de duplo fator de autenticação do aplicativo para que seja mais seguro a autenticação de uso e, também, é imprescindível que sejam adotadas todas as medidas de segurança para acesso ao dispositivo móvel, com senha complexa e com formas de bloqueio do dispositivo, pois as informações nele contidas são muito sensíveis e podem causar prejuízos em mãos erradas.

Muitas pessoas costumam receber correntes com notícias, promoções e sorteios pelo WhatsApp e acabam abrindo os links ou até repassando mesmo sem saber se são verdadeiras. Existe uma maneira de checar a veracidade dessas mensagens?

Sempre existe forma de averiguar a veracidade das informações, seja algo relacionado às fake-news ou nos casos de links maliciosos de se evitar que algo seja executado de forma que venha a prejudicar seu equipamento. A regra de ouro é sempre desconfiar e ter calma para analisar a informação.

Não tenha vergonha de perguntar ao remetente, caso ele seja alguém de seu círculo de amizade, qual o motivo da mensagem que você desconfia, e veja se ele tem base suficiente para você confiar na comunicação. Utilize uma navegação simples para buscar informações sobre o tema que recebeu, para descobrir se existem informações verdadeiras para que sejam comprovas; desconfie de links, principalmente se remetem a um site que não parece ser o destino correto, caso veja algo que chame a atenção de algum produto, procure acessar a loja que está oferecendo sem utilizar o link e com isso veja se existe mesmo a “promoção”.

Esteja sempre desconfiado e busque mais informações para tomar suas decisões de forma mais embasada.

Qual é a recomendação para quem percebe que está sofrendo uma tentativa de golpe ou mesmo já lesado?

Caso desconfie que seus dados vazaram e que suas informações confidenciais estão em poder de bandidos, procure suas instituições financeiras e solicite as trocas de acesso, números de cartão de crédito, troque suas senhas e mantenha o monitoramento. Se já está sendo lesado, procure uma delegacia para abrir um boletim de ocorrência e procure sua instituição para uma possível retração dos valores que, por ventura, estejam sendo desviados.

É primordial, a cada dia que passa, que tenhamos mais cuidado com nossos equipamentos, que utilizemos senhas mais complexas e que sejam mantidos sempre os sistemas atualizados para dificultar ainda mais o acesso malicioso aos seus dados e seus bens.