Vândalos atacam embaixada do Brasil em Londres Extremistas pertencentes ao grupo Extinction Rebellion jogaram tinta vermelha na embaixada do Brasil em Londres nesta segunda-feira (12).

Os vândalos protestavam contra supostos danos à Amazônia e o que descreveram como “violência contra os povos indígenas que vivem lá”.

Impressões de mãos vermelhas e marcas de tinta podiam ser vistas por toda a fachada, assim como pichações com frases como “ele não”, slogan usado pela extrema esquerda contra o presidente da República, Jair Bolsonaro, durante a eleição de 2018.

A expressão “No More Indigenous Blood” (sem mais sangue indígena, em tradução livre) também podia ser vista na embaixada após a ação dos vândalos.
O grupo afirmou que o intuito do ato era desafiar o governo do Brasil sobre “abusos de direitos humanos sancionados pelo Estado”.

A polícia foi chamada ao local e deteve o grupo. Segundo os extremistas, ações semelhantes ocorrerão em embaixadas brasileiras no Chile, Portugal, França, Suíça e Espanha.