Spray contra a Covid-19 começa a ser vendido em Israel Um spray nasal antiviral chamado Enovid, desenvolvido no Canadá e testado no Reino Unido, pode reduzir as cargas virais em casos confirmados de Covid-19 em 95% em 24 horas e 99% em 72 horas, informou Israel em um comunicado à imprensa no domingo (11). 

O spray fabricado em Israel pode ser usado até cinco vezes ao dia após entrar em contato com vírus, de acordo com o comunicado. É adequado para crianças a partir dos 12 anos e foi aprovado pelo Ministério da Saúde em janeiro deste ano. Ele estará à venda na próxima semana. 

"O spray que desenvolvemos foi comprovado não apenas como um bloqueador de vírus que causa a Covid-19, mas também como um assassino", disse o Dr. Gili Regev, CEO e fundador da Snotize (empresa que desenvolveu o spray). 

Uma vez que a maioria das infecções por Covid-19 são nasais, a Snotize acredita que esta é uma forma eficaz de reduzir a disseminação e infecção de Covid-19. Ele foi capaz de suprimir o vírus SARS-CoV-2 em dois minutos, incluindo as variantes Alpha e Gamma, de acordo com o comunicado. Atualmente está sendo testado em relação à variante Delta . 

O spray emprega óxido nítrico como barreira mecânica e química contra infecções virais no nariz, que é onde doenças respiratórias como o COVID-19 se infiltram no corpo. 

O spray também é eficaz contra outros vírus respiratórios, como os causadores da gripe. 

O medicamento não é o mesmo que estava sendo negociado entre Brasil e Israel. Em março, um grupo de 10 pessoas do governo federal, incluindo o presidente Jair Bolsonaro, foi para Israel para negociar o compartilhamento de tecnologias de combate à pandemia e o spray nasal EXO-CD 24. No entanto, de acordo com as informações fornecidas pelo ministério das Relações Exteriores na época, o termo de cooperação sobre o spray nasal não foi finalizado porque o Ministério da Saúde não assinou o documento.