Deputado pede prisão de Felipe Neto por atentado à segurança nacional Felipe Neto parece ter descoberto que seus ataques a pessoas públicas o tornaram mais popular e cada vez mais tem se dedicado a xingamentos nas redes sociais. Sua mais nova vítima foi o comandante da Aeronáutica, tenente-brigadeiro do ar Carlos de Almeida Baptista Junior, ao qual o youtuber chamou de “babaca”.

“Prezado brigadeiro Carlos Almeida Baptista Junior. Vai ameaçar a p***, babaca. Pare de envergonhar as forças armadas, tome vergonha nessa tua cara e lembre-se que vc trabalha pra gente, não o contrário”, tuitou Felipe Neto, que recebeu apoio do senador Omar Aziz (PSD-AM), prediente da CPI da Pandemia.

A revolta foi em razão de uma entrevista em que o comandante da Aeronáutica afirmou que a nota conjunta das Forças Armadas e do Ministério da Defesa sobre os ataques do presidente da CPI da Pandemia aos militares, é um “alerta às instituições” e frisou que “homem armado não ameaça” ao ser indagado sobre a possibilidade de um novo golpe no país.

O deputado Guiga Peixoto (PSL-SP) pediu a prisão do influenciador digital.

“Quando um Felipe Neto ataca as Forças Armadas também dá para enquadrar como atentado à Segurança Nacional”, tuitou o deputado.
Por várias vezes, o youtuber atacou o próprio presidente da República, Jair Bolsonaro.

Felipe Neto, que chegou a ser investigado após chamar Bolsonaro de "genocida" , usou o termo mais uma vez para se referir o presidente e ainda o chamou de "vagabundo".

O influenciador fez essa declaração após uma reportagem da revista Carta Capital que calcula que Bolsonaro trabalhou em média apenas três horas por dia em junho deste ano. Segundo a agenda oficial do presidente, ele trabalhou durante 83 horas e 25 minutos, isso descontando as 31 horas e 8 minutos gastas com deslocamento.

"Segundo as agendas oficiais, Bolsonaro trabalhou menos de 3 horas por dia em junho. Além de genocida, é vagabundo", escreveu Felipe Neto no Twitter. "Mas não dá para reclamar. É preferível que esse asno fique jogando videogame do que fazendo reunião e piorando ainda mais as coisas", o youtuber completou.