Pastora Sarah Sheeva chama de

A cantora e pastora Sarah Sheeva, filha de Baby do Brasil e Pepeu Gomes, deu uma espécie de puxão de orelha nas mulheres que se dizem crentes, mas usam roupas que mostram demais o próprio corpo. A idealizadora do “Culto das Princesas” deu até um nome para as donas de looks mais ousados: “PiriCrente”.

Ela compartilhou um vídeo postado pela missionária Ariel Fiz-Patrick, em que a mesma faz uma crítica às mulheres que usam roupas curtas e decotadas. Nas imagens, Ariel aparece pronta para sair, usando um look com barriga de fora, com uma blusa "tomara que caia" e uma saia acima de joelho, uma versão que Sarah chama de "PiriCrente" e "vulgar". Na sequência, a mesma artista surge vestida com um casaco de moletom, afirmando que aquela roupa não é "decente" e que Deus não aprova.

"Deus é um Pai protetor! Ele não gosta que suas filhas sejam vulgares! Não dê 'amostra-grátis' aos homens na rua (nem na internet!). Não compartilhe COM TODOS aquilo que é somente do teu Príncipe!!! Daquele que escolher te amar, te cuidar e te honrar!!! Não seja PiriCRENTE. Seja Princesa!", comentou Sarah Sheeva na legenda do repost.

Desde que se converteu, Sarah espera há 14 anos pelo seu “príncipe” e, segundo ela, tem se mantido casta durante todo este tempo, sem mesmo um beijo na boca.

“No início foi muito difícil, depois fui conseguindo vencer. Eu não pratico masturbação”, diz Sarah, que evita até beijo na boca: “No meu caso, que venho do mundo, não nasci na Igreja, não sou uma mocinha virgem que nunca experimentou nada, eu tenho memórias. Se eu beijar na boca, é igual ferro: liga em cima e esquenta onde? (risos). É uma luta, gente! Então para que vou começar a esquentar uma parada que não posso esfriar? Só vou pegar na mão no dia do meu noivado, meu namoro será bem radical”, revela a pastora.