Termina neste sábado (03) prazo de contestação da terceira parcela do auxílio emergencial

Os beneficiários que não receberam a terceira parcela do auxílio emergencial têm só até este sábado (03) para apresentar contestação e pedir a revisão no sistema de pagamentos para tentar retornar ao programa. 

O Auxílio Emergencial (AE) é um benefício financeiro concedido pelo Governo Federal e tem por objetivo fornecer proteção emergencial no enfrentamento à crise causada pela pandemia do Coronavírus, de acordo com a Lei nº 13.982, de 2 de abril de 2020. O auxílio e sua extensão foram finalizados em dezembro de 2020.

O pagamento é feito por meio de conta poupança social digital, aberta automaticamente pela Caixa em nome do trabalhador elegível. Os critérios de elegibilidade para o Auxílio Emergencial 2021 foram aprimorados, atendendo às recomendações de órgãos de controle do Governo Federal.

Assim, quem recebeu o benefício em dezembro de 2020, pode consultar se foi considerado elegível ou não ao recebimento segundo os critérios deste ano. Para isso, é necessário acessar a plataforma digital no endereço www.cidadania.gov.br/auxilio.

Caso você acesse o site de consulta, veja o resultado “inelegível” e queria contestar este resultado, basta clicar sobre o botão "Contestar". Você terá 10 dias corridos para realizar a contestação. Esse prazo será contado a partir da divulgação do resultado no site da Dataprev. 

Importante lembrar que o sistema aceitará apenas critérios passíveis de contestação, ou seja, aqueles em que é possível haver atualização de bases de dados da Dataprev, onde são processados os auxílios, a exemplo do que já ocorria no ano passado.

Clique aqui para verificar quais são os critérios passíveis de contestação.

Clique aqui e vejas as dúvidas frequentes sobre o Auxílio Emergencial 2021

Clique aqui para informações gerais sobre o Auxílio Emergencial.