Gastos com prisão de Lula no PR já somam quase R$ 5 milhões A prisão especial do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na sede da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba/PR já custou cerca de R$ 5 milhões aos cofres públicos.

Segundo estimativa da PF, os gastos mensais decorrentes da custódia de Lula no local são de R$ 300 mil. Esses custos se devem ao aparato de segurança e a policiais que fazem a vigia dele 24 horas por dia.

O ex-presidente foi preso em 7 de abril 2018. Nessa quarta-feira (07) a juíza Carolina Lebbos chegou a determinar a transferência de Lula para São Paulo, a fim de eliminar os gastos extras com uma prisão especial. Mas 10 dos 11 juízes do Supremo Tribunal Federal decidiram manter o condenado no caso do tríplex do Guarujá na superintendência da polícia de Curitiba.

Seguindo voto do relator do caso, ministro Edson Fachin, a maioria dos ministros decidiu que Lula deve continuar preso na Superintendência da Polícia Federal (PF) em Curitiba até a decisão definitiva do caso pela Segunda Turma da Corte, colegiado responsável por julgar os casos da Operação Lava Jato.