Warning: filesize(): stat failed for cache/noticia_7104.html in /home/melodianews/www/cache-noticia.php on line 21
Em busca de refúgio - Melodia NEWS

Em busca de refúgio

O Dia Mundial do Refugiado, lembrado neste 20 de junho, surgiu no ano 2000 para marcar o aniversário da Convenção de Genebra de 1951, evento que atualizou o conceito de refugiado. De acordo com levantamento da Agência das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR), mais de 1% da população mundial - uma em cada 95 pessoas - está neste momento em deslocamento forçado. No Brasil, os refugiados venezuelanos buscam um recomeço nas regiões próximas às fronteiras amazônicas. 



"O Rei responderá: 'Digo a verdade: O que vocês fizeram a algum dos meus menores irmãos, a mim o fizeram'." (Mateus 25:40)



A Resolução 55/76 de 2000 define o refugiado como toda a pessoa que, em razão de fundados temores de perseguição devido à sua raça, religião, nacionalidade, associação a determinado grupo social ou opinião política, encontra-se fora de seu país de origem e que, por causa dos ditos temores, não pode ou não quer regressar a esse país.

A ACNUR é uma organização dedicada a salvar vidas, proteger os direitos e garantir um futuro digno a pessoas que foram forçadas a deixar suas casas e comunidades devido a guerras, conflitos armados, perseguições ou graves violações dos direitos humanos.

“A pandemia da Covid-19 tem demonstrado que só podemos prosperar se unirmos nossos esforços e não deixarmos ninguém para trás. Neste ano, com o Dia Mundial do Refugiado, queremos fazer um chamado para uma maior inclusão destas pessoas em diferentes setores da sociedade, principalmente nos setores de saúde, educação e esportes, e também no mercado de trabalho”, diz José Egas, Representante do ACNUR no Brasil.

Para ressaltar a importância da inclusão, a capacidade das pessoas refugiadas em contribuir com as comunidades que as acolhem e alertar a opinião pública sobre a situação do deslocamento forçado no Brasil e no mundo, a ACNUR realiza neste mês de junho diversas atividades para marcar a data.

Nos abrigos da Operação Acolhida – resposta do governo federal ao fluxo de refugiados e migrantes da Venezuela para o Brasil – em Boa Vista, acontecem torneios esportivos e oficinas de artesanatos e culinária. Uma exposição de trabalhos produzidos por artistas abrigados ocorre em um espaço cultural na cidade.

Neste domingo, os abrigos Rondon 1 e 2 marcam a data com o lançamento do projeto esportivo “Juego Limpio” celebrando o esporte coletivo como ferramenta de cultura de paz e integração.

Também neste mês, as equipes da ACNUR e de entidades parceiras promoverão o concurso “Juventude #ComOsRefugiados”, com a temática “O esporte nos une”. Até o dia 25 de junho, pessoas entre 10 e 30 anos (refugiadas ou não) poderão enviar desenhos para a iniciativa. As cinco melhores criações serão transformadas em estampas de bolas de futebol (#BolaDosSonhos), produzidas por quenianos e refugiados que vivem no Quênia, com apoio da empresa fabricante de bolas Alive and Kicking.