Rio mantém medidas restritivas, mas garante Copa América A prefeitura do Rio de Janeiro prorrogou até o dia 28 de junho todas as medidas restritivas em vigor no município para conter a propagação do novo coronavírus (covid-19). A prorrogação está no Decreto 48.974, publicado hoje (11) no Diário Oficial do Município e foi anunciada durante a apresentação do boletim epidemiológico semanal.

Permanece suspenso o funcionamento de boates, danceterias e salões de dança, assim como a realização de festas que necessitem de autorização transitória, em áreas públicas e particulares. As academias de ginástica, bares, lanchonetes, restaurantes, shoppings, centros comerciais, galerias de lojas, museus, bibliotecas, cinemas, teatros, casa de festas, recreação infantil, parque de diversões e espaços turísticos devem atender as regras de ocupação máxima e distanciamento mínimo.

Copa América
O prefeito Eduardo Paes informou que a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) recebeu esta semana o protocolo sanitário previsto pela Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), entidade responsável pela Copa América na cidade, com medidas bastante rigorosas.

“Nós recebemos a comunicação oficial da Conmebol, apresentando o plano sanitário para a realização dos jogos da Copa América. Todo esse plano respeita o que é determinado pela prefeitura do Rio, aquilo que se pode fazer dentro do decreto. Eles estão seguindo o protocolo sanitário adequado para que isso [Copa América] não venha a ser um problema para a cidade. O decreto permite a realização de jogos de futebol sem público e respeitando uma série de regras que nós temos absoluta certeza que serão respeitadas pela Commebol”, disse o prefeito.

De acordo com o secretário de Saúde, Daniel Soranz, as regras sanitárias para jogos de futebol e hotéis estão previstas desde janeiro e os protocolos apresentados para a Copa América estão de acordo com as exigências da prefeitura e, “se forem seguidos, não haverá perigo para a população”.

“[O protocolo da Conmebol] Coloca que todos precisam ser testados antes de vir para o Brasil. Tem um percentual grande, mais de 70% das delegações estão totalmente vacinadas. Coloca também restrição das pessoas nos hotéis e das delegações sem circulação pelas cidades, com número limitado de pessoas em cada delegação e regras também para as partidas, evitando contatos que não sejam estritamente necessários. Os protocolos estão de acordo com as regras do município, não houve nenhuma excepcionalidade de nenhuma regra em vigor e não haverá, nem eles solicitaram”, disse o secretário.

A primeira partida da Copa América, entre Brasil e Venezuela, será às 18h de domingo (13), no Estádio Mané Garrincha, em Brasília. O Rio de Janeiro recebe partidas da fase de grupos no Estádio Nilton Santos, conhecido como Engenhão, e a final será no Maracanã, no dia 10 de julho.

Boletim epidemiológico
Os dados do boletim epidemiológico, apresentados pela prefeitura, indicam que os atendimentos na rede de urgência e emergência permanecem estáveis nas últimas semanas, com leve queda nos últimos dias. O número de casos confirmados por dia caiu um pouco e os óbitos estão com uma tendência de redução, após o aumento verificado no mês de abril.

As internações por faixa etária apontam para uma diminuição entre as pessoas acima de 60 anos de idade, parcela da população que já foi vacinada, e uma inversão proporcional, com mais pessoas abaixo dessa idade sendo internadas com síndrome respiratória aguda grave.

O mapa de risco está estável em laranja para todo o município, que indica alto risco para a transmissão da covid-19. A cidade se mantém sem alteração no mapa nem nas medidas de restrição há cinco semanas.