Carla Perez defende o marido Xanddy de acusação de intolerância religiosa A bailarina Carla Perez defendeu o marido, Xanddy, após uma polêmica acusação de intolerância religiosa. O músico foi alvo de críticas da atriz Luana Xavier. Segundo Luana, o cantor suprimiu trechos da música “Raiz do Bem” que faziam menção ao candomblé, durante uma apresentação do Harmonia do Samba, do qual ele é vocalista.

Nas redes sociais, Carla Perez fez um texto em defesa de Xanddy.

“Sou suspeita a falar, mas não posso me calar! Acredito que sou a pessoa que mais te conhece na Terra depois da sua mãe. Jamais escolheria para minha vida, para ser pai dos meus filhos, um homem desrespeitoso, preconceituoso ou algo do tipo”, escreveu Carla.

Na terça-feira (06), o vocalista do Harmonia já tinha se pronunciado sobre a acusação.

“Fui acusado de ser intolerante religioso e exposto na internet, onde pessoas que não me conhecem intimamente estão, infelizmente, reduzindo o meu caráter de forma irresponsável e tóxica. Eu respeito e amo o ser humano seja ele católico, espírita, umbandista, candomblecista, judeu, budista, evangélico… Acima de tudo procuro respeitar a história, particularidade e trajetória de todos, aprendendo a cada dia. Muitas vezes, encontro nas incontáveis viagens que faço pessoas das religiões de matrizes africanas (principalmente na minha terra, na Bahia) e quase sempre, recebo um abraço gostoso, que vem acompanhado de palavras doces e, obviamente, tento corresponder à altura. Eu sou assim, gosto de ser assim. Quem me conhece sabe. De qualquer forma, peço perdão se ofendi alguém. Do fundo do meu coração, acreditem, não houve intenção de machucá-los. Que Deus abençoe a todos!”, desabafou.

Fã do Harmonia do Samba, a atriz Luana Xavier acusou o líder da banda de intolerância religiosa. A denúncia foi acompanhada de um vídeo e um longo texto, no qual ela relata que Xanddy evitou cantar trechos que faziam referência ao candomblé na música “Raiz do Bem”, cantada originalmente por Saulo.

"Sou muito fã do Harmonia do Samba, há muitos e muitos anos. Já fui em inúmeros shows deles: aqui no Rio, em Salvador e até em Vitória. Mas hoje me decepcionei bastante com o Xanddy. Que ele é evangélico e fala bastante sobre sua religião, inclusive em shows, disso todo mundo sabe. E definitivamente não é um problema. Porque falar da nossa própria religião é um direito que nos compete", iniciou o relato.

No decorrer do texto, ela explica que o motivo foi a omissão de algumas palavras, como o "candomblé" e "Senhor do Bonfim. "Peço que reparem no vídeo. Comecei a filmar depois de um minuto de música rolando porque eu não conseguia acreditar no que estava acontecendo. Pois bem... Xanddy suprimiu a frase 'do canto Candomblé' durante toda a música. Um desrespeito sem tamanho", contou Luana. No vídeo, de fato, é possível perceber vários trechos da música que Xanddy não canta, incluindo menções ao Senhor do Bonfim, uma representação tipicamente católica, além da frase citada por ela.