Grupo cristão leva o Evangelho a mulheres de clubes de strip-tease O grupo baseado na fé, Cherished, VA, nos EUA, opera na crença de que toda mulher é especial e amada. Dada essa missão, as mulheres neste ministério sem fins lucrativos se dedicam a ajudar as pessoas envolvidas na indústria da pornografia, oferecendo valor, esperança e uma saída.

"Uma vez que você está na indústria do sexo, você não recebe muito respeito de outras pessoas”, disse Carlie Gabbert, da Cherished, VA ao CBN News. “Quer sejam seus clientes, seus gerentes ou até mesmo seus colegas de trabalho”, continuou.

Quase doze anos atrás, Gabbert sentiu o chamado para ajudar mulheres que trabalham em clubes de strip.

"Um dia eu estava dirigindo pela interestadual em uma viagem noturna. Passamos por um clube de strip. Meu primeiro pensamento foi desviar o olhar, e Deus realmente disse: 'Por que você não ministra àquelas mulheres em vez de desviar o olhar delas”, explicou Gabbert.  

Dois anos depois, Gabbert soube que um ministério chamado Established Footsteps em Hampton, na Virgínia, havia lançado a campanha Cherished. O ministério se dedica a fazer amizades com mulheres que atuam em clubes de strip. Ela descobriu que muitas daquelas mulheres estão lá apenas para pagar as contas.

“Muitas vezes elas estão na escola para se tornarem policiais, enfermeiras ou médicas”, disse Gabbert. "Muitas têm um segundo emprego como representante de seguros ou como auxiliar de enfermagem ou assistente de dentista ou trabalham em um restaurante. Você pode ganhar um dinheiro bem rápido."

Uma vez por mês Gabbert e uma equipe de voluntários visitam esses clubes de dança e strip-tease armados de amor e presentes para as mulheres.

"Nós vamos ao clube, temos essas pequenas bolsas cor de rosa e às vezes as garotas dizem: 'Oh, as bolsas cor de rosa estão aqui’", explicou Gabbert. “E então, nós entramos, e elas têm pequenos presentes como um batom ou um esmalte, algo assim. Nós temos nosso cartão de contato, que diz 'amada, valorizada, querida'. No verso, diz: 'Você precisa de um amigo?' E assim, elas podem nos contatar por um número de telefone ou site."

O grupo também dá às mulheres notas de encorajamento, contrariando o que muitos neste setor recebem; sempre acompanhadas de um versículo ou uma oração. Frequentemente, as mulheres leem e dizem: “Como você sabia que eu precisava disso agora?”.

Algumas mulheres já foram visitar a igreja e acabaram ficando; elas entregaram suas vidas para Cristo.

Alynna é uma destas mulheres que agora oferece esperança a outras pessoas na indústria do sexo.  

"Há uma saída e Deus fará isso por você, porque ele fez isso por mim. Olhe para mim. Estou aqui. Estou viva. E estamos aqui para ajudar todos os outros a sobreviver", disse Alynna.

Embora o impacto da pandemia tenha levado mais mulheres à procura de trabalho em clubes de strip, Gabbert vê isso como uma uma oportunidade de ajudar mais mulheres como Alynna.

Ela explicou: "Muito mais pessoas precisam de dinheiro extra, então, por um lado, vimos novas mulheres dançando, por outro lado, há menos clientes porque os clientes estão tentando economizar seu dinheiro, e também com restrições de lotação nos clubes. "

Gabbert explicou que, no final, tudo leva ao objetivo de ajudar mais mulheres a encontrar a cura que só Deus pode fornecer.


*Imagem meramente ilustrativa.