Auxílio Emergencial: Guedes anuncia prorrogação até que toda população adulta esteja vacinada O ministro da Economia, Paulo Guedes, anunciou nesta terça-feira (08) que o governo vai estender o pagamento do auxílio emergencial por mais dois ou três meses. Segundo ele, a extensão será mantida até que toda população adulta esteja vacinada no país. Com isso, o pagamento, que estava previsto para terminar em julho, pode ser ampliado até outubro.

“Possivelmente vamos estender agora o auxílio emergencial, mais dois ou três meses, porque a pandemia está aí”, afirmou Guedes em participação remota em um evento promovido pela Frente Parlamentar do Setor de Serviços.

“Os governadores estão dizendo que em dois ou três meses a população brasileira adulta vai estar toda vacinada, então nós vamos renovar por dois ou três meses”, concluiu.

O ministro não detalhou o valor das novas parcelas, que hoje variam de 150 a 375 reais.

Segundo Guedes, ao fim do pagamento das parcelas do auxílio o governo implementará um novo Bolsa Família, já reformulado.