Lançada pedra fundamental de espaço único para culto de cristãos, judeus e muçulmanos A pedra fundamental da chamada House of One ("Casa de Um") foi lançada no dia 27 de maio, em Berlim, e promete reunir cristãos, muçulmanos e judeus em um único espaço. O local de culto, inédito em todo o mundo, "enaltece a diferença religiosa".

As obras começaram dez anos depois da concepção do projeto, na Ilha dos Museus, no centro da capital alemã. E serão necessários mais quatro anos para que tudo fique pronto. Seu lançamento foi adiado no ano passado, devido à pandemia da covid-19.

Construído sobre uma antiga igreja destruída nos tempos da República Democrática Alemã (RDA), comunista, o lugar foi concebido para que cada grupo de fiéis possa se reunir de forma separada.

A mesquita, a sinagoga e a igreja protestante estarão, no entanto, unidas entre si por uma grande sala, onde será possível celebrar festas e eventos comuns.

Segundo o imã da mesquita, Kadir Sanci, este local de culto de três religiões monoteístas é "um lugar de paz e segurança" e um "elogio à diferença".

Em discurso durante a cerimônia, o prefeito de Berlim, Michael Müller, denunciou "o ódio, a violência, o antissemitismo e a islamofobia, o racismo e a incitação ao ódio racial", que "não têm lugar na nossa sociedade".

O imã, o pastor e o rabino da "House of One" fizeram curtas orações, antes de objetos simbólicos das três religiões serem cravados no cimento.