Mundo perde um dos seus maiores televangelistas contemporâneos

O mundialmente conhecido televangelista nigeriano, TB Joshua, morreu horas depois de apresentar um programa em sua megaigreja sediada em Lagos, no sábado (05).

O profeta, fundador da Igreja Sinagoga de Todas as Nações (SCOAN), morreu uma semana antes de seu 58º aniversário, disse sua igreja em um comunicado no domingo (06).

"No sábado, 5 de junho de 2021, o Profeta TB Joshua falou durante o ‘Emmanuel TV Partners Meeting: Hora de tudo’ - hora de vir aqui para orar e hora de voltar para casa após o culto", escreveu o ministério TB Joshua Ministries em um post no Facebook. “Deus levou Seu servo, o profeta TB Joshua, para casa - como deveria ser pela vontade divina. Seus últimos momentos na Terra foram passados ​​a serviço de Deus. É para isso que ele nasceu, viveu e morreu."

A causa da morte do televangelista não foi divulgada. Desde sua ascensão no final da década de 1990, o popular pregador era conhecido por sua filantropia, ensinamentos de prosperidade e supostas curas e milagres.

Ele costumava receber dezenas de convidados internacionais e  celebridades locais, que visitam o centro de adoração para orar.

“Emmanuel TV”, o braço de transmissão da igreja, vai ao ar na África pela DSTV - um serviço de satélite de propriedade da empresa sul-africana MultiChoice. Os ministérios e ações humanitárias de Joshua em diferentes partes do mundo são exibidos na popular plataforma de vídeo.

Joshua gerou polêmica. Nas últimas semanas, seu canal no YouTube foi desativado depois que ele postou vídeos que afirmavam 'curar' membros gays de sua congregação. 

Em 2011, Joshua  foi listado pela Forbes  como o terceiro pastor mais rico da Nigéria, com um patrimônio líquido estimado entre $ 10 - $ 15 milhões. Ele, no entanto, negou as informações.


Em 2014, um prédio nas instalações da Igreja Sinagoga de Todas as Nações desabou, matando mais de 100 pessoas - a maioria das quais eram estrangeiros da África do Sul.

Tributos vêm se multiplicando após o falecimento do famoso pregador. Um comentarista social nigeriano, Japheth Omojuwa, descreveu a morte de Joshua como "uma grande perda para a Nigéria".

"TB Joshua é uma grande perda para a Nigéria e, especialmente, para a extremidade Ikotun de Lagos. Sua igreja é um dos principais pontos turísticos da Nigéria e não consigo imaginar o impacto de sua morte nos negócios, nas pessoas e menos privilegiado nessa área. Que ele descanse em paz ", tweetou Omojuwa na manhã de domingo.