Trump visita vítimas de ataques a tiros em hospitais O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, visitou nessa quarta-feira (07) as cidades de Dayton e El Paso, que foram palco de massacres no último fim de semana. O mandatário tenta unir o país contra o racismo e a supremacia branca.

Trump chegou pela manhã em Dayton, no estado de Ohio, e foi direto para o hospital local conversar com as vítimas que seguem internadas e com as autoridades que foram as primeiras a chegar ao local do tiroteio. Nove pessoas morreram quando o atirador, Connor Betts, abriu fogo no centro do município.

Pela tarde, Trump visitou El Paso, no estado do Texas, onde o atirador Patrick Crusius, de 21 anos, matou 22 pessoas após ter deixado um manifesto na internet onde denunciava uma “invasão hispânica” nos Estados Unidos.

Na terça (06), em pronunciamento pela televisão, Trump disse condenar o racismo e a ideologia dos supremacistas brancos, e insistiu em que as doenças mentais são as principais causas das mortes por armas de fogo nos Estados Unidos.