Internautas chamam narrador da Globo de hipócrita por criticar Copa América no Brasil

O ministro da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos, disse que ainda não há confirmação de que o Brasil sediará a Copa América. Ontem (31/05), a organizadora chegou a agradecer ao presidente Jair Bolsonaro por "abrir as portas do país".

Segundo o ministro, a decisão deve ser anunciada ainda hoje (01) após reunião com prefeitos das cidades para onde estão previstos os jogos.

A competição seria na Argentina, mas foi cancelada em razão do avanço da Covid. 

Nas redes sociais, internautas não entenderam as críticas de narradores e comentaristas esportivos da TV Globo à realização da Copa América no Brasil, sem torcida, uma vez que já ocorreram os campeonatos estaduais e no fim de semana passado começou o Campeonato Brasileiro, inclusive com transmissão da emissora. Muitos chamaram a reação dos globais de hipocrisia, uma vez que a Copa América será transmitida pelo SBT.

"Querem realizar a Copa América em um país que tem a pandemia descontrolada, que levou nove meses para responder a carta da Pfizer e respondeu em 10 minutos que vamos fazer a Copa América. Abertura em Brasília, jogos em Natal e Pernambuco. Final com público! Não é possível. É inaceitável. A sociedade brasileira e a coletividade do futebol e do esporte não podem aceitar essa decisão", disse Luiz Roberto.

"Sinceramente: que se realize, que façam o que eles bem entenderem, que os 'negacionistas' façam caravanas a Brasília para público na grande final. Momento apoteótico dessa porcaria dessa competição. É uma vergonha. É um tapa na cara dos brasileiros", completou o jornalista. Veja o vídeo AQUI.

Mas as reações negativas tomaram conta das redes sociais. Veja algumas:



"Espancamento na Copa América e depois muito debate sobre Brasileirão! Seria hipocrisia o nome disso?", tuitou @opilhado

"Só espancaram a Copa América porque Bolsonaro autorizou", comentou @Gomes1627

"Inaceitável é a tua hipocrisia, Luís Roberto. Como disse tua amiga Maju, o choro é livre!", disse @Neire

A #hipocrisia chegou aos trending topics do Twitter. Mas o curioso é que ela também foi usada em comentários sobre as manifestações contra o presidente realizadas no último sábado (29). Internautas criticaram o fato de a grande mídia não ter caracterizado os protestos como "aglomeração", assim como faz com os movimentos favoráveis a Bolsonaro, se bem que as manifestações contrárias mobilizaram um número bem menor de pessoas.