Prova de vida do INSS poderá ser feita pelo aplicativo ou caixa eletrônico

A partir desta terça-feira, 1º de junho , aposentados e pensionistas do INSS terão que fazer a prova de vida para não ter o benefício cortado. Em todo Brasil, segundo o instituto, 11 milhões de pessoas também seguem pendentes de comprovação de vida junto ao INSS.

É possível fazer a comprovação pelo caixa eletrônico, pelo aplicativo MeuGov.br, na sede do INSS mais próxima, ou na agência por onde o pagamento é efetuado. 

Aposentados e pensionistas que deixaram de fazer a comprovação de vida antes de março de 2020 estão na lista do instituto. Eles serão os primeiros a ter o benefício bloqueado, se não regularizarem o cadastro. 

Os segurados que foram chamados para fazer a comprovação digital por reconhecimento facial (biometria) e não compareceram também terão o pagamento suspenso. Caso o segurado tenha sido convocado para utilizar a biometria facial e ainda não fez o recadastramento, basta acessar o aplicativo Meu INSS



CONFIRA PASSO A PASSO PARA PROVA DE VIDA DIGITAL



O que acontece se a prova de vida do INSS não for feita?

Quem não fizer a prova de vida do INSS tem o pagamento do benefício previdenciário suspenso. Pagamentos voltarão a ser bloqueados a partir de junho para os beneficiários que não fizerem a prova de vida.

Os segurados e pensionistas que deixaram de realizar a comprovação antes de março de 2020 serão os primeiros a terem os benefícios bloqueados caso não se regularizem. Para os beneficiários que deveriam ter realizado a prova de vida por meio digital em fevereiro de 2020, o prazo para realizar a comprovação se encerra em 31 de maio. Depois disso, será a vez dos beneficiários que estão com a prova de vida vencida desde março e abril de 2020.

O que fazer em caso de bloqueio do benefício?

Se o beneficiário perder o prazo e o benefício for bloqueado, será necessário pedir a reativação de forma remota, através do site ou do aplicativo Meu INSS. No endereço eletrônico, serão solicitados documentos pessoais, como CPF e RG, além do comprovante de residência. Após preencher o requerimento online, o beneficiário deverá comparecer ao banco para concluir a realização da prova de vida.

 


Siga-nos