Mulher usa Bíblia como escudo e escapa de tiros à queima roupa Uma mulher de 32 anos, que foi atingida por vários tiros dentro de casa, no final do mês de abril, em Chácara Parreiral, na Serra/ES, contou à TV Vitória/Record TV sobre a tentativa de assassinato. Ela revelou que usou uma Bíblia como escudo para se proteger dos disparos.

A vítima, que não quis se identificar, disse que no dia do crime estava lendo a Bíblia na varanda, quando dois homens invadiram sua casa e atiraram à queima roupa. Segundo ela, um homem virou para o outro e perguntou se era ela mesma.

"Eu vi dois rapazes se aproximando, até então eu não imaginava que era para mim, pensei que iam se esconder", contou ela.

Ela considera um milagre ter sobrevivido. "É um testemunho de milagre de vida", disse ela.

Na hora do crime, a vítima usou a Bíblia como escudo. "Quando eles se aproximaram e atiraram contra mim, eu só coloquei a Bíblia na cabeça e pedi ao Senhor que me guardasse", lembrou.

Cerca de 20 tiros foram disparados, mas a mulher disse ter permanecido consciente durante o ataque. "O Senhor me guardou da morte. Foram muitos disparos, muitos", afirmou.

Segundo a vítima, os criminosos fugiram só após a munição ter acabado. Logo após, ela correu para a casa do pai em busca de socorro.

Ela foi levada para o hospital, onde os médicos descobriram que a mulher foi atingida de raspão na cabeça, no maxilar, no dedo, no peito, no braço, na perna e uma das balas está alojada no pulmão.

Após o ocorrido, a família se mudou. O marido da vítima precisou pedir demissão para cuidar dos quatro filhos.

"A gente tá passando por algumas dificuldades. Graças a Deus, o Senhor não tem deixado faltar, mas não estamos tranquilos", confessou ela.
A Polícia Civil informou que até o momento, nenhum suspeito foi detido. O caso segue sob investigação da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Mulher.