Milhares de americanos tiveram seu primeiro contato com a Bíblia durante a pandemia Mais de 10 milhões de americanos se voltaram para a Bíblia no último ano da pandemia de Covid-19 em comparação com anos anteriores, de acordo com a Sociedade Bíblica Americana.

Seu novo relatório "O estado da Bíblia " de 2021 descobriu que 181 milhões de americanos abriram uma Bíblia durante o ano passado, em comparação com os 169 milhões que usaram a Bíblia pelo menos ocasionalmente nos anos anteriores.

Além disso, um em cada quatro adultos disse que leu a Bíblia com mais frequência no ano passado do que nos anos anteriores.

A Sociedade Bíblica Americana relata que neste ano, 95 milhões de americanos adultos estão explorando as Escrituras, muitos pela primeira vez. A organização observa que a Igreja tem uma grande oportunidade de ajudar a conectar esses novos interessados pela Bíblia à sua mensagem de esperança.

"No ano passado, os americanos enfrentaram uma pandemia que ocorre pela primeira vez no século - junto com uma agitação política e social significativa", disse John Farquhar Plake, PhD e diretor de inteligência ministerial da Sociedade Bíblica Americana. "No entanto, nossa pesquisa mostra que em meio a uma pressão incrível, os americanos estão encontrando esperança e resiliência na Bíblia." 

"Isso marca o quarto ano consecutivo em uma tendência dos americanos se movendo em direção à Bíblia, com o Covid-19 encorajando muitos de nós a buscar respostas na fé. Há uma oportunidade incrível agora para a Igreja responder ao trauma generalizado e dor de nossa nação com a esperança e cura da Palavra de Deus ", disse ele.

Os resultados do relatório são baseados em uma pesquisa feita em janeiro de 2021 por meio de 3.354 entrevistas online de uma amostra representativa de adultos americanos em todo o país, bem como 91 respostas adicionais de jovens da Geração Z.