Idosa que pregava o Evangelho em aeroportos morreu aos 84 anos de problemas cardíacos

O Brasil perdeu este mês uma grande mensageira do Evangelho. A missionária Isaura Lima Lopes faleceu, aos 84 anos, na última quinta-feira (06), após complicações cardíacas. A idosa dedicou 27 anos de sua vida para levar o evangelho aos passageiros do Aeroporto Internacional de Juscelino Kubitschek, em Brasília. 

A informação da morte foi confirmada pelo fiscal de segurança do aeroporto, Gabriel Lima Silva, ao site Metrópoles. 

Sem ouvir desde os 38 anos, Dona Isaura cartazes para anunciar a salvação em Cristo. Ela sempre tinha uma Bíblia em suas mãos.

Dona Isaura era natural de Pernambuco viajou durante 40 anos por várias cidades até chegar ao Distrito Federal em 1992. No entanto, ela só começou a frequentar o aeroporto um ano depois. Apesar de manter uma quitinete alugada em Valparaíso, no Estado de Goiás, Dona Isaura passou a maior parte do tempo no Aeroporto de Brasília, além de circular por outros aeroportos do país.

A idosa afirmava ter perdido a mãe aos 11 anos. Ela costumava dizer que não tinha contato com a família e que chegou a ser noiva, mas nunca se casou.

Foi exatamente após o término do noivado que ela abraçou a causa missionária.

“A partir daí, comecei a servir a Deus e costumo dizer que sou guiada por Ele”, afirmou Dona Isaura. 



 


Siga-nos