Ataque a escola em SC deixa cinco mortos, entre eles 3 bebês

Um rapaz de 18 anos invadiu, na manhã desta terça-feira (4), uma escola municipal de educação infantil, em Saudades, no Oeste de Santa Catarina, e matou três crianças e duas funcionárias da escola. Segundo o Corpo de Bombeiros, o agressor teria entrado na instituição armado com um facão.

De acordo com a Polícia Civil, o assassino foi apreendido após o crime. Ele deu golpes contra o próprio corpo e foi levado em estado gravíssimo para um hospital da região após o crime.

Keli Adriane Aniecevski, de 30 anos, era professora e dava aulas na unidade havia cerca de 10 anos. Mirla Amanda Renner Costa, de 20 anos, era agente educacional na escola. De acordo com o assessor jurídico de Saudades, Luiz Fernando Kreutz, Mirla chegou a ser levada ao hospital, mas não resistiu. Keli morreu na hora.

Os três bebês eram Sarah Luiza Mahle Sehn, de 1 ano e 7 meses; Murilo Massing, de 1 ano e 9 meses; e Anna Bela Fernandes de Barros, de 1 ano e 8 meses. Conforme o delegado Jerônimo Marçal, outra criança teve ferimentos leves e não corre risco de morrer.

Segundo o delegado, o agressor invadiu a Escola Infantil Pró-Infância Aquarela e feriu a professora Keli logo na entrada da unidade. Ela teria então corrido para a sala onde estavam quatro crianças, todas menores de dois anos. Além deles, o suspeito atacou a agente educacional Mirla, que fazia um trabalho no local no momento do crime. 

A PM relatou que recebeu "diversos chamados" enquanto o jovem "golpeava alunos e professores". Forças de segurança e de salvamento do Oeste, incluindo o helicóptero Arcanjo, foram mobilizadas para atender a ocorrência. 



 



Notícia atualizada às 16h para acréscimo de informações