Parlamentar finlandesa é acusada de discurso de ódio após citar a Bíblia sobre homossexualidade

Uma parlamentar cristã da Finlândia foi formalmente acusada de discurso de ódio contra homossexuais e pode pegar dois anos de prisão se for condenada.  

Päivi Räsänen, membro do Parlamento finlandês, está sob investigação desde 2019 por postagens nas redes sociais questionando a afiliação oficial da Igreja Evangélica Luterana com o evento “Orgulho LGBT de Helsinque”. 

Em suas postagens, Räsänen mostrou uma foto da passagem bíblica Romanos 1: 24-27, que condena a homossexualidade como pecado.

Ela também é acusada de um panfleto que escreveu em 2004 intitulado "Homem e mulher Ele os criou - Os relacionamentos homossexuais desafiam o conceito cristão de humanidade", no qual disse que Deus criou o casamento para um homem e uma mulher. A parlamentar também é acusada de discurso de ódio por comentários que fez sobre homossexualidade em um programa de TV cristão na Finlândia. 

Uma acusação também foi movida contra o Rev. Dr. Juhana Pohjola, o Reitor da Diocese da Missão Evangélica Luterana da Finlândia, que publicou o panfleto sobre o casamento. 

Räsänen disse que não se desculpa por seus escritos ou pelos escritos do apóstolo Paulo. 

"A decisão do Procurador-Geral é surpreendente, até mesmo chocante", disse Räsänen. "A questão é sobre o ensino da Bíblia a respeito do casamento e sexualidade. Em última análise, as três acusações feitas contra mim têm a ver com se é permitido na Finlândia expressar sua convicção que é baseada no ensino tradicional da Bíblia e das igrejas cristãs. O ensino da Bíblia, entretanto, é que o casamento é uma união entre homem e mulher e que praticar a homossexualidade é contra a vontade de Deus. "

Ela disse que irá a julgamento, "... com uma mente pacífica e corajosa, confiando que a Finlândia é um Estado constitucional onde a liberdade de expressão e religião... são respeitadas. A constituição da Finlândia ainda instrui a igreja luterana estatal a "proclamar uma fé cristã baseada na Bíblia". 

Räsänen acrescentou: "Se os ensinamentos da palavra de Deus sobre o pecado forem rejeitados, também todo o âmago da fé cristã ficará vazio: o precioso sacrifício de Jesus na cruz por causa dos pecados de todos e o caminho que Ele abriu para a eternidade."