FHC defende reabertura da economia para gerar emprego e renda Durante evento promovido pelas principais centrais sindicais do Brasil, neste sábado (1º), o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) defendeu a reabertura das atividades econômicas para gerar trabalho e renda aos cidadãos.

“É fundamental hoje nós pensarmos nos trabalhadores porque há muito desemprego no Brasil. Eu diria que a questão fundamental no Brasil hoje é reabrir a economia de modo tal que ela possa permitir que tenhamos trabalho, renda, para as nossas famílias”, afirmou.
Em sua fala, o tucano adotou tom distinto de seus pares. Ele não teceu críticas diretas ao governo federal.

O tucano adotou tom distinto dos outros participantes do evento evitou críticas diretas ao governo de Jair Bolsonaro. FHC disse que, durante toda a sua trajetória política, procurou prestigiar aqueles que lideram os trabalhadores brasileiros.

FHC finalizou seu curto discurso destacando a importância da educação, e desejou que “tenhamos um futuro mais auspicioso, com mais trabalho, com mais possibilidade de viver melhor, não só individualmente, mas familiarmente”.

O evento online foi organizado pela CUT, Força Sindical, UGT, CTB, NCST, CSB, Intersindical, Pública e CGTB. Esta foi a terceira edição do ‘1º de Maio Unitário’ – como é chamado.