Dia de Prevenção e Combate à Hipertensão: doença atinge quase 25% da população brasileira Hoje, 26 de abril, é o Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial. A doença ocorre quando o impulsionamento sanguíneo acontece de forma intensa nas contrações do coração e parede das artérias, sendo capaz de causar danos nas estruturas.

Segundo dados do Ministério da Saúde, a hipertensão atinge quase 25% da população brasileira e pode ser caracterizada pela relatividade de variação, que pode ir de normal (12 por 8) a hipertensa (14 por 9).

Os sintomas mais comuns são tonturas, falta de ar, palpitações, dor de cabeça frequente e alteração na visão. Em casos mais graves, a hipertensão pode provocar acidente vascular cerebral, infarto, doença renal crônica e hipertrofia do músculo do coração, causando arritmia cardíaca.

Na maioria dos casos, a doença não apresenta cura, mas pode ser controlada com tratamento e medidas preventivas, como a prática de atividades físicas regulares e bons hábitos alimentares, evitando alimentos gordurosos e diminuindo o consumo de sal.

Pessoas hipertensas devem ter acompanhamento médico constante, mesmo durante a pandemia.