Igreja cria auxílio emergencial para membros mais vulneráveis A Primeira Igreja Batista de Mogi das Cruzes (SP) anunciou em suas redes sociais no domingo (18) que criou um “auxílio emergencial” para os membros em situação de vulnerabilidade social.

Segundo comunicado da igreja, a ação faz parte do projeto “Carregando o fardo uns dos outros”, que visa auxiliar os fiéis durante a pandemia do coronavírus. Todos os membros com baixa ou nenhuma renda serão assistidos R$ 250 por família durante três meses.

“Entendemos que precisávamos fazer alguma coisa. Então, nesta última semana tomamos a decisão de dar um passo muito largo. Porque, embora tenhamos nossas responsabilidades financeiras, maior responsabilidade temos com os nossos irmãos – domésticos da fé”, disse o anúncio feito por meio das redes sociais da Primeira Igreja.

A PIB ressaltou que a atitude é limitada aos membros da igreja por falta de recursos suficientes para aportar outras comunidades. "Saibam que se tivéssemos recursos sobrando, faríamos por todas as igrejas de Mogi, e se tivéssemos mais, faríamos por todos os carentes de nossa cidade".

As famílias beneficiadas receberão o auxílio, bem como, a cesta básica, do programa “1 tonelada a mais” da instituição. O auxílio somará com o auxílio do governo federal e municipal. As identidades dessas famílias serão mantidas em total sigilo, segundo a igreja.