Bolsonaro promete reduzir desmatamento e emissão de carbono até 2030 O presidente Jair Bolsonaro afirmou hoje (22) na Cúpula de Líderes sobre o Clima que o Brasil se compromete a reduzir suas emissões de carbono em 43% e a eliminar o desmatamento ilegal até 2030.

Bolsonaro foi o 21o líder mundial a discursar no encontro virtual, o que incomodou o Palácio do Planalto. Países com economias muito menores que a brasileira foram ouvidos antes.

Além disso, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, já não estava na cúpula quando o líder brasileiro discursou. Ainda assim Bolsonaro afirmou que as metas brasileiras são uma resposta ao chamado por parte de Biden ao estabelecimento de compromissos ambiciosos para o combate às mudanças climáticas.

A Cúpula de Líderes sobre o Clima foi organizada pelo presidente americano Joe Biden. O encontro virtual vai até amanhã (23) e é considerado uma preparação para a COP26.

Foram convidados 40 líderes mundiais para o encontro com o objetivo de discutir a crise climática, ações coordenadas para combater os impactos sobre o clima e os benefícios econômicos dessas medidas. Também haverá debates sobre as reduções das emissões de gases de efeito estufa, necessárias para manter o aquecimento global abaixo de 1,5 ºC, uma das metas estabelecidas no Acordo de Paris.

A cúpula reunirá ainda o fórum das grandes economias sobre energia e clima, que é liderado pelos Estados Unidos e reúne 17 países responsáveis por aproximadamente 80% das emissões globais e da riqueza global. Um pequeno número de líderes empresariais e da sociedade civil também participa do evento.