Igreja adventista é pichada no Pará com mensagens contra os cristãos e até símbolo nazista

A Polícia Civil do Pará está investigando um caso de vandalismo contra uma igreja adventista de Alvorada da Amazônia, no distrito de Novo Progresso, sudeste do estado, na última segunda-feira (19). As paredes da igreja foram pichadas com mensagens contra os cristãos, como “Deus não existe” e "Jesus está morto". As imagens viralizaram nas redes sociais.

Além dos ataques aos cristãos, também foram deixadas mensagens de baixo calão e até símbolos nazistas. Membro da Igreja Adventista, Ednilson lamentou o ato de intolerância religiosa:

“A gente acolheu com sentimento de tristeza, porque Alvorada é uma comunidade pequena e já ter essas manifestações é triste. A liberdade é um ponto central no pensamento cristão, mas ela tem que ser recíproca. Eu respeito o outro, mas também merecemos ser respeitados. Não somos contrários a quem pensa diferente, respeitamos diferenças, mas sem afrontar nossos princípios. Precisamos respeitar o diferente e ser respeitados.” – disse ao Jornal Folha do Progresso.

De acordo com a Polícia Civil, o ataque teria acontecido por volta das 4h da manhã da última segunda, e o caso foi registrado pela Delegacia de Novo Progresso, que realiza diligências para apurar o fato e identificar a autoria do ato de vandalismo. Em uma das mensagens pichadas, no entanto, os autores prometeram repetir o ataque.