Monge budista decepa a própria cabeça como sacrifício a Buda 1Samuel 15.22 – “Porém Samuel disse: Tem porventura o SENHOR tanto prazer em holocaustos e sacrifícios, como em que se obedeça à palavra do SENHOR? Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar e o atender melhor é do que a gordura de carneiros”.

Nesta passagem bíblica Samuel nos deu a dica que “Deus tem mais prazer em nossa obediência do que em nossos sacrifícios”. Mas que não tem a Bíblia como seu manual de vida, certamente será induzido a caminhos de engano. Como foi o caso de um monge budista, de 68 anos, identificado Thammakorn Wangpreecha. Ele foi encontrado morto no templo Wat Phu Hin, na Tailândia, em 15 de abril, após decepar a própria cabeça com uma guilhotina. Ele queria "agradar Buda" e reencarnar como um "ser espiritual superior". As informações são do jornal britânico Daily Mail. 

O religioso acreditava que fazer a oferenda ao Buda lhe traria boa sorte na vida após a morte - uma crença conhecida no budismo como 'fazer mérito'. 
O sobrinho do monge, Booncherd Boonrod, descobriu o corpo do tio e também uma placa de mármore com os planos do sacrifício. "Na carta foi declarado que cortar sua cabeça era sua maneira de louvar a Buda. Na carta, ele disse que vinha planejando isso há cinco anos", comentou Booncherd. 

O corpo foi levado para autópsia para registrar a causa da morte e depois devolvido para os rituais fúnebres. 
Diante do ocorrido, o Escritório Nacional do Budismo pediu ao governo local que os ajudasse a explicar aos residentes da área que tal prática não estava sendo incentivada na religião.