Casal de lésbicas é preso após confessar ter espancado a filha de uma delas Um casal de lésbicas é acusado de espancar a filha de uma delas. Segundo a Polícia Civil do Rio de Janeiro, a dupla começou a torturar a menina, de 6 anos, na última sexta-feira (16) e, só ontem (19), quando a criança estava quase morta, a mãe decidiu chamar o Samu. O caso ocorreu na cidade de Porto Real (RJ).

De acordo com a polícia, as duas confessaram o crime, que teria sido motivado por ciúmes da criança. As duas lésbicas, uma de 27 e outra de 25 anos, foram presas ontem após a criança dar entrada no Hospital de Porto Real e a equipe médica acionar as autoridades.

Ainda segundo a polícia, nesse período, a menina não foi devidamente alimentada, recebeu socos, empurrões, pisões, pontapés e sofreu lesões provocadas por um fio de TV, que foi usado como chicote. O fio foi apreendido como instrumento do crime.

A menina foi transferida em estado gravíssimo para a cidade vizinha Resende (RJ) para receber atendimento médico especializado. Na manhã desta terça-feira (20), ela estava internada no Centro de Terapia Intensiva (CTI) do Neovida Resende, que funciona anexo ao Samer Hospital.