Igreja vê número de batismos subir  para mais de mil em 4 meses Robby Gallaty, o pastor sênior da “Igreja Batista Long Hollow", no Tennessee, nos Estados Unidos, não consegue esconder a alegria de ter batizado 1.048 pessoas desde 20 de dezembro, após quase um ano do que ele descreveu como "silêncio e solidão" em sua própria vida.

“Aqui está o que aconteceu”, disse o pastor durante uma conversa recente pelo Zoom com a imprensa local. “Comecei a sentar-me com o Senhor por 10 meses. Então, finalmente, em 15 de dezembro de 2020, estava na varanda e ouvi tão claras como o dia estas palavras em minha cabeça, após um período de silêncio e solidão: 'Batismo espontâneo' ”.

“Pensei: 'Batismo espontâneo?'”, disse Gallaty. “Em primeiro lugar, eu nunca havia feito batismo espontâneo - eu era cristão há apenas 18 anos naquela época. Eu nunca tinha visto o batismo espontâneo. Eu tinha ouvido falar de abusos de batismo espontâneo. Mas eu fui obediente. ”

No domingo seguinte, lembrou o pregador, foi o culto com menor frequência em seu mandato de cinco anos em Long Hollow. Afinal, os Estados Unidos ainda estavam no meio de uma pandemia e o Tennessee estava testemunhando um aumento nas infecções por Covid-19 na época.

Gallaty disse que parecia que tudo conspirava contra o que ele estava confiante de que Deus o havia instruído tão claramente a fazer.

“Foi como toda a água que pudemos colocar na oferta”, disse ele, referindo-se à história do Antigo Testamento em 1 Reis 18, quando Elias  derrama água sobre um sacrifício  no meio de uma seca para que, quando fosse consumido por fogo, estava claro que era apenas por ação de Deus.

Naquele domingo, em meados de dezembro, 99 pessoas foram batizadas.

“Eu nunca tinha visto nada parecido antes em minha vida”, disse o pastor, acrescentando que presumiu que deve ter sido o fim do “avivamento” que ele buscava, até que ele voltou para sua varanda mais uma vez naquela noite.

“O Senhor me deu essa imagem”, disse ele, lembrando-se de ter sentado do lado de fora de sua casa naquela noite de domingo. “Ele me mostrou: 'Estas são as fortes gotas de chuva, Robby, antes da chuva torrencial que está chegando.'”

Gallaty então alcançou seus companheiros líderes de ministério em Long Hollow e, na terça-feira seguinte, apenas três dias antes do Natal, a igreja organizou um culto somente de batismo onde outras 81 pessoas compareceram.

Foi nesse ponto, disse o pregador, que as coisas "realmente ficaram fora de controle". Pessoas que assistiam Long Hollow online começaram a vir para a igreja de Hendersonville e seus dois campi satélites, embora Gallaty tenha dito que “nunca encorajou” ninguém a embarcar em um avião para o Tennessee.

Agora, ao longo de menos de quatro meses, Long Hollow realizou os batismos de mais de mil pessoas de 15 estados diferentes, dois dos quais vieram do Maine. Cada um deles foi conectado a grupos comunitários em Long Hollow ou foram encorajados a buscar o discipulado em suas cidades natais.

Um número grandioso de batismos, se comparados com os anos anteriores. Para contextualizar, Long Hollow batizou 162 pessoas em 2018 e 222 em 2019.
“É um puxão genuíno do Espírito Santo”, explicou o pastor.