Começa campanha contra gripe no Estado do Rio para grupos prioritários Começou hoje (19) no Rio de Janeiro, a vacinação contra a gripe do primeiro grupo prioritário. A campanha é dividida em três etapas. Nesta primeira etapa serão imunizados crianças de 6 meses a 5 anos, gestantes, puérperas, povos indígenas e trabalhadores da saúde.

Mas há diferenças entre os municípios. Na Capital, por exemplo, as crianças maiores de 6 meses só serão vacinadas a partir da próxima segunda-feira (26). A prefeitura do Rio também fez um escalonamento maior entre as idades para dar um intervalo necessário entre a vacina da Covid-19 e a da gripe, que deve ser de pelo menos 15 dias, dependendo do imunizante.

Pessoas com diagnóstico ou sinais sugestivos de gripe ou Covid-19 também devem aguardar 15 dias após o fim dos sintomas para tomar a vacina contra a gripe.

No município do Rio, até o dia 26 de abril serão imunizados os trabalhadores da saúde, além de quilombolas, indígenas, gestantes e puérperas. Em seguida, será a vez de crianças de 6 meses a 5 anos.

Para não haver conflito com a vacinação da Covid-19, os idosos só começarão a ser vacinados contra a gripe a partir do dia 11 de maio.

Nesta primeira fase, o calendário contempla ainda a imunização de agentes de forças de segurança e salvamento e forças armadas. Inclui ainda pessoas com comorbidades, profissionais de educação, caminhoneiros, portuários, pessoas com deficiência permanente, população privada de liberdade, adolescentes sob medidas socioeducativas, funcionários do sistema prisional e de transporte coletivo e de longo percurso, e outros trabalhadores da saúde não contemplados anteriormente.