Homem é acusado de incendiar igreja de maioria negra Um homem está enfrentando acusações federais de crime de ódio por supostamente ter posto fogo em uma igreja predominantemente negra em Massachusetts, nos Estados Unidos, segundo o Departamento de Justiça relatou na quinta-feira (15). Dushko Vulchev, 44, é acusado de provocar um incêndio na Igreja Presbiteriana da Comunidade Martin Luther King Jr. em Springfield em 28 de dezembro de 2020.

Vulchev teria provocado o incêndio, causando grandes danos e destruindo a propriedade. Ele também supostamente cortou vários pneus dentro e ao redor das instalações da igreja, disseram os promotores. 

Vulchev também é acusado de causar dois outros incêndios na igreja: em 13 e 15 de dezembro do ano passado. Os investigadores citaram vídeos de segurança e dados de localização do celular do Vulchev, que disseram ter mostrado o acusado no local ou próximo ao local dos supostos crimes. 

Vulchev enfrenta quatro acusações de danos a propriedades religiosas envolvendo incêndio, o que acarreta uma pena máxima de 20 anos de prisão, uma multa de até US $ 250.000 e três anos de liberdade supervisionada. Ele também foi acusado de uma acusação de uso de fogo para cometer um crime federal, que contém uma sentença de prisão de 10 anos. 

Vulchev foi preso em 1º de janeiro de 2021 e sua fiança foi fixada em US $ 25.000. Ele está atualmente sob custódia estadual e fará sua primeira aparição no tribunal federal em uma data posterior, disse o Departamento de Justiça.

Os investigadores disseram que uma busca nos aparelhos eletrônicos pessoais e no veículo de Vulchev encontrou informações que mostravam seu "ódio aos negros". Eles encontraram mensagens de Vulchev em dezembro de 2020, pedindo para "eliminar todos os negros, junto com imagens que mostravam seu "animus racial em relação aos negros". 

A Igreja Presbiteriana da Comunidade Martin Luther King Jr. foi fundada em 1979 e tem uma congregação predominantemente negra, de acordo com o site da igreja. 

"Sabemos que, no meio desta tragédia, algo de bom surgirá", disse o reverendo Dr. Terrlyn L. Curry Avery em um sermão virtual em janeiro. "Estou inspirado porque desejo ver que coisa nova Deus está se preparando para fazer em nossas vidas, mesmo enquanto lamentamos a perda de um prédio de igreja."