Rio de Janeiro comemora o Dia dos Heróis e Heroínas na Luta Contra a Covid-19 Hoje, 15 de abril, o Rio de Janeiro celebra o “Dia dos Heróis e Heroínas na Luta Contra a Covid-19". A data entrou para o calendário oficial do
Estado por determinação do projeto de lei 2.549/2020, que a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou, em discussão única, no dia 30 de junho do ano passado, que foi aprovado na época pelo governador afastado Wilson Witzel.

Segundo o texto, a data tem como finalidade reconhecer o empenho dos profissionais das áreas de saúde, segurança pública e assistência social durante a pandemia de coronavírus. A data também serve para a promoção de campanhas de conscientização e orientação da população sobre os protocolos para evitar o contágio e proliferação do coronavírus e outras doenças virais, bem como campanhas de vacinação para sensibilização e mobilização da população sobre a seriedade do tema.

Idealizador da proposta, o deputado Rodrigo Amorim (PSL) explicou que a escolha da data se deve ao falecimento, por coronavírus, da sargento da Polícia Militar Carla do Nascimento, que ocorreu no dia 15 de abril de 2020. Ainda de acordo com o parlamentar, este foi o primeiro caso de morte de agente de segurança por covid-19 registrado oficialmente no Rio, sendo que na época outros 16 óbitos de policiais militares eram considerados como suspeita da doença, mas ainda sem confirmação.

“Não se pode deixar de prestar a devida homenagem a todos os profissionais que estão no front do combate ao novo coronavírus, os quais arriscam diariamente suas vidas, enquanto a maior parte da população se encontra em distanciamento social, sejam eles policiais militares, policiais civis, bombeiros, guardas municipais, médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, maqueiros, pessoal da limpeza, assim como profissionais que trabalham em farmácias, mercados e entregas. Esses são os verdadeiros heróis do combate à pandemia e que jamais poderão ser esquecidos”, afirmou Amorim.