Tráfico de pessoas inspira cantora Anna Carla em novo louvor

O tráfico internacional de pessoas segue sendo um dos principais problemas humanitários da atualidade, segundo dados da Organização das Nações Unidas (ONU), que apontam para uma melhora na notificação dos casos. Enquanto em 2003 menos de 20 mil casos foram registrados, o número saltou para mais de 25 mil por ano a partir de 2016, contribuindo para um total de 21 milhões de pessoas vítimas de trabalho forçado ou exploração sexual em todo o planeta, segundo números da Organização Internacional do Trabalho (OIT).

De acordo com os mais recentes relatórios das Nações Unidas, as mulheres e as meninas continuam sendo os principais alvos dos traficantes, representando “a vasta maioria de vítimas de tráfico para exploração sexual e 35% das vítimas de trabalho forçado”, explicou Yuri Fedotov, Diretor executivo do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime.

A exploração sexual segue sendo a maior motivação para esse perverso crime, enquanto que as zonas de conflitos armados são as áreas com maior incidência de sequestros de vítimas. De acordo com o relatório da ONU, as vítimas de exploração sexual têm como principais destinos todo o continente americano, além da Europa Ocidental e do Leste Asiático. Já o trabalho forçado é mais comum no Sul, Leste e Oeste africanos, no Oriente Médio e no Sul Asiático.

Realidade inspira louvor

Comovida com a situação, a cantora Anna Carla lançou na última quarta-feira (31) a canção 'Salva-me'. Ela conta que a ideia da música surgiu após ter assistido o filme 'Tráfico Humano' (2005), do diretor Christian Duguay, que aborda especialmente a exploração de mulheres:

Anna Carla: "Fiquei muito impactada e fiz uma oração para que Deus me desse a inspiração de uma música em formato de oração como se fosse feita por uma dessas vítimas dentro do cativeiro. Pedi a Ele que envie socorro a essas pessoas todas as vezes que essa música tocar. Fiz um pacto com Deus pedindo para que esse louvor seja cantado nos quatro cantos da Terra. O objetivo da música também é atingir vidas que estão de alguma forma em cativeiros."

Apesar de tratar o tema de forma sutil na música, Anna pretende destinar parte do dinheiro arrecadado para instituições que cuidam dessas vítimas. A cantora, que é ministra de louvor na Primeira Igreja Batista de Trindade, em São Gonçalo, espera transmitir uma mensagem de alerta à igreja brasileira:

Anna Carla: "Infelizmente a igreja não tem se preocupado com esse assunto, mas pretendo mudar isso. É preciso que muita coisa seja feita e a oração é a principal arma. Muitas igrejas nos Estados Unidos já se envolvem, mas, infelizmente, no Brasil quase não se ouve falar."

'Salva-me' está disponível nas principais plataformas digitais.