São Paulo terá Dia de Oração pelos Políticos

O governo de São Paulo promulgou uma lei que cria o "Dia de Oração pelas Autoridades da Nação". Os paulistas agora terão oficialmente uma data específica mensal — a terceira segunda-feira de cada mês — para apresentar a Deus os seus representantes.



O projeto de lei foi proposto pelos deputados estaduais do PV Chico Sardelli e Reinado Alguz e assinado pelo governador paulista, João Doria (PSDB), na terça-feira (30).



Os idealizadores justificam que a nova data foi incluída no calendário oficial de São Paulo "para que se torne hábito orar, e não criticar, autoridades constituídas no estado de SP e por toda a nação brasileira".



Alguz disse à colunista do jornal Folha de S. Paulo Monica Bergamo que o objetivo é dirigir orações para Executivo, Legislativo e Judiciário cumprirem seus papéis "com excelência".



As palavras de Jesus Cristo dizem: "E tudo o que pedirem em oração, se crerem, vocês receberão” (Mateus 21.22), nos mostra que as possibilidades geradas em nossas vidas, pela oração é imensurável, eficaz e simples. Essa lei reforça a ideia de que é preciso desenvolver o hábito de orar.