Doleiro de Cabral já foi transferido para o RJ
O "doleiro dos doleiros" Dario Messer chegou no Rio de Janeiro, na noite desta quarta-feira (31), após ser preso e transferido de São Paulo.

Messer foi detido às 16h40 nos Jardins, bairro nobre da capital paulista. Segundo a Polícia Federal, ele estava no apartamento de uma amiga. De lá, o doleiro foi levado para o Aeroporto de Congonhas, de onde embarcou para o Rio.

Ele dormiu na Superintendência da PF, na Praça Mauá, e hoje (1º) passa por triagem antes de ser levado para um presídio.

O doleiro estava foragido desde maio de 2018, quando foi deflagrada a Operação Câmbio Desligo, desdobramento da Lava Jato no Rio de Janeiro.

A investigação descobriu que doleiros movimentaram US$ 1,6 bi em 52 países. Dario Messer era o principal alvo.

Essa é a primeira vez que Dario Messer é preso. O doleiro responde a inquéritos policiais desde o fim dos anos de 1980. Durante esse período, Messer movimentou dinheiro de forma suspeita de políticos, empresários e criminosos.

De acordo com o Ministério Público Federal, Dario Messer, juntamente com os colaboradores Tony e Juca Bala, desenvolveu uma complexa rede de câmbio paralelo baseada inicialmente no Brasil e, posteriormente, no Uruguai.

Essa rede de doleiros foi utilizada pelo ex-governador Sérgio Cabral, através dos irmãos doleiros Renato e Marcelo Chebar, para enviar recursos ao exterior.