Menino Maluquinho: Corpo de Bombeiro do Rio socorre menino com panela presa na cabeça O Menino Maluquinho, famoso personagem eternizado pelo cartunista Ziraldo, pode ser conhecidos por nossas crianças de hoje, mas foi lembrado por bombeiros do Rio de Janeiro que socorreram recentemente um menino com uma panela presa à cabeça. “Mamãe, prendeu!” Foi assim que a dona de casa Jéssica da Silva descobriu que o filho de 3 anos tinha se envolvido num pequeno acidente doméstico. Nathan Rodrigues brincava na cozinha de casa, na Penha, na Zona Norte do Rio, e acabou com a cabeça presa numa panela de pressão. O socorro veio com a ajuda do Corpo de Bombeiros. Sem ferimentos nem sustos, o incidente rendeu algumas risadas e o apelido de Menino Maluquinho com as fotos que viralizaram nas redes.

A história de Nathan é uma daquelas que a gente respira aliviado com o final feliz. Mas acidentes assim são muito comuns com crianças, principalmente com a garotada passando mais tempo dentro de casa durante a pandemia.

"Tentamos tirar com sabonete e xampu, mas não saiu. Então fomos buscar ajuda no quartel. O bombeiro, conversando e brincando com meu filho, conseguiu puxar a panela cuidadosamente", relembra a mãe.

O subcomandante do Corpo de Bombeiros da Penha, major Luciano Faulha, responsável pelo atendimento do Nathan, teve sensibilidade e técnica para retirar o inusitado chapéu do menino. Mas ele faz um alerta:

"Dentro de casa, as crianças não podem ficar sozinhas em nenhum ambiente. Casos como esse podem ser sérios, há risco de mexer no fogão e uma panela quente cair por cima".

Segundo a Organização Mundial da Saúde, os acidentes domésticos figuram entre as principais causas de mortes na infância, além de ser a origem de invalidez em crianças. No entanto, muitas tragédias podem ser evitadas com medidas simples e atenção dos responsáveis.

Dez dicas para evitar acidentes domésticos

O Corpo de Bombeiros traz dez dicas importantes para reduzir o risco de acidentes com crianças em residências.

- Nunca deixe o seu filho sozinho em banheiras, bidês ou bacias. Evite risco de afogamentos. Cuidado também com poços e cisternas.
- Observe a temperatura da água antes de colocar a criança na banheira ou no chuveiro.
- Medicamentos e produtos químicos ou de limpeza devem ser mantidos fora da visão e do alcance dos pequenos. Em caso de ingestão acidental, procure ajuda médica imediatamente.
- Sacos plásticos, fios de telefone soltos, almofadas e travesseiros podem asfixiar ou estrangular.
- Não deixei o seu bebê mamando sozinho na cama ou no berço.
- Mantenha facas e objetos cortantes longe do alcance de crianças.
- Prefira o álcool em gel, que tem menor poder de combustão (explosão) que o líquido. Acidentes envolvendo queimaduras podem deixar sequelas permanentes.
- Algumas plantas podem ser tóxicas. Evite tê-las em casa. Informe-se quando for comprar plantinhas para sua casa.
- Instale protetores em todas as tomadas.
- Vire sempre os cabos das panelas para o interior do fogão.