Bênção Sacerdotal no Muro das Lamentações reúne milhares de pessoas em Jerusalém

Pela primeira vez desde a eclosão da pandemia COVID-19, milhares de fiéis participaram da tradicional Birkat Kohanim (Bênção Sacerdotal) no Muro das Lamentações em Jerusalém na manhã de segunda-feira.

No ano passado, o Birkat Kohenim foi dado virtualmente, mas desta vez as pessoas puderam ir ao próprio Muro das Lamentações.

“Tivemos o privilégio de ser abençoados com a presença de muitas pessoas, já que diz 'A glória do rei está em uma multidão de pessoas'”, disse um comunicado à imprensa da Western Wall Heritage Foundation.

Os rabinos-chefes de Israel participaram do evento, bem como o Ministro de Assuntos Religiosos, Rabino Yaakov Avitan, o prefeito de Jerusalém Moshe Leon e o Ministro Adjunto do Interior MK Yoav Ben Zur.

“Birkat Kohanim escrito na Torá contém uma promessa de proteção contra danos e paz em Israel”, disse Rabi Shmuel Rabinowitz, rabino do Muro das Lamentações e locais sagrados.

“Nestes tempos difíceis, precisamos desta bênção mais do que nunca - uma oração pela paz na nação judaica e pela saúde de todos no mundo”, disse Rabinowitz.

No Livro dos Números, Deus ordena a Moisés e Aarão que abençoem os Filhos de Israel:

“O Senhor te abençoe e te guarde; o Senhor faça resplandecer o seu rosto sobre ti e tenha misericórdia de ti; o Senhor levante o semblante sobre você e lhe dê paz”.

Esta bênção ou bênção Aarônica é uma parte diária das orações judaicas. Normalmente, a bênção sacerdotal ocorre duas vezes por ano na Páscoa e Sucot no Muro das Lamentações para que as pessoas possam vir e ser abençoadas.

No final do culto, Rabinowitz também fez uma oração especial de agradecimento por diminuir a pandemia do coronavírus em Israel e orou para que a pandemia acabasse em todo o mundo.

Este ano, marca 50 anos desde a reinstituição do evento Birkat Kohanim.

Para evitar a superlotação no Muro das Lamentações e dar outra oportunidade para mais pessoas serem abençoadas, os rabinos realizarão um segundo evento Birkat Kohanim novamente na terça-feira (30) que será transmitido ao vivo no site do Kotel (Muro das Lamentações)  e no YouTube .