Amanda Wanessa deixa UTI dois meses após acidente A cantora Amanda Wanessa deixou a UTI e foi transferida para um quarto no Real Hospital Português, no Centro do Recife. O anúncio foi feito pela família, na quinta-feira (25), mais de dois meses após o acidente de trânsito que deixou a artista em estado grave. O caso ocorreu no dia 4 de janeiro.

Por meio de uma postagem no Instagram, a família de Amanda Wanessa disse que ela foi transferida para um apartamento, que "o processo é lento" e que "celebra diariamente cada evolução".

“Confiar em Seu tempo e em Sua vontade. O tempo não é nosso. E a vontade do Senhor é boa, perfeita e agradável. Por isso, celebramos diariamente cada evolução da nossa Amanda Wanessa (que segue internada no Real Hospital Português e já foi transferida para um apartamento), por menor que seja aos olhos céticos, como uma grande conquista, sim, e glorificamos ao Senhor!”, diz a postagem.

Em fevereiro, um mês depois do acidente, a cantora saiu da UTI humanizada, onde ficam os pacientes de cuidado imediato e, eventualmente, mais graves, para a UTI especial. É uma espécie de quarto privativo em que ela podia receber visitas e ser acompanhada.

O acidente
A cantora de 33 anos se envolveu em um acidente grave entre um carro e dois caminhões na PE-60, no município de Rio Formoso (PE), Zona da Mata Sul de Pernambuco. Ela estava no veículo acompanhada do pai, de uma amiga e da filha.

O pai da cantora quebrou o braço direito, recebeu atendimento médico e recebeu alta. A filha dela sofreu escoriações leves. E a amiga ficou um tempo maior internada. Mas logo depois recebeu alta.

A MK Music, gravadora da cantora, informou na época que a artista sofreu fraturas múltiplas, na cabeça e nos braços. Segundo a gravadora, os procedimentos "foram bem-sucedidos".