Malafaia lidera evangélicos em encontro com Bolsonaro O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) se reuniu na tarde desta segunda-feira (15) com o pastor Silas Malafaia e com outros líderes evangélicos, no Palácio do Planalto.

No encontro, que começou por volta das 16h30, estava prevista a discussão sobre o fechamento dos templos religiosos durante a pandemia, a exemplo do estado de São Paulo, do governador João Doria (PSDB).

O encontro também contou com a participação de outros pastores. Havia ainda a previsão de uma “oração pelo Brasil” e um “apoio espiritual” ao presidente Jair Bolsonaro.

Outro ponto tratado na reunião foi oferecer apoio ao presidente Bolsonaro sobre o pronunciamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva feito na última quarta-feira (10).

A fala de Lula já havia provocado revolta entre os evangélicos.

“E quem é Lula pra falar de covid? Os governos do PT sucatearam a saúde, os bilhões e bilhões e bilhões roubados, só deram paliativos na saúde. Foram 14 anos de governo Lula e Dilma, e milhões de brasileiros morreram pelo desleixo na saúde. Esse cínico tem moral pra falar de alguém e de fazer alguma acusação como ele fez? Inclusive sobre as igrejas evangélicas, dizendo que nós contribuímos pro aumento de morte de covid?!”, questionou Malafaia.