WhatsApp ganha serviços de chamada de voz e vídeo para computadores

O WhatsApp anunciou nesta quinta-feira (4) que lançou um recurso de chamadas de voz e vídeo na versão do aplicativo para computadores de mesa. A companhia, controlada pelo Facebook, afirmou que as chamadas serão processadas por sistema de encriptação de dados de ponta a ponta.

O anúncio deve colocar o WhatsApp como um novo rival aos sistemas de videoconferência oferecidos por empresas como Microsoft, Google e Zoom, mas não ficou claro se a empresa pretende competir neste segmento.

Acesso

Para fazer ou receber chamadas de voz no WhatsApp para computador é preciso que tanto computador quanto celular estejam conectados à internet. É necessário que o computador tenha microfones e alto-falantes e que o usuário libere ao aplicativo o uso do microfone.

Para as chamadas de vídeo, além dos dispositivos de saída de áudio e microfone, é necessário que o computador tenha uma câmera e que o usuário permita ao WhatsApp acessá-la para realizar as chamadas.

Cumprindo essas condições, o computador está pronto para receber as chamadas de voz e vídeo, assim como se faz no celular.

Além do acesso via site do WhatsApp, é possível também fazer as chamadas pelo aplicativo baixado no computador. O serviço é compatível com Windows 10 (64-bit) versão 1903 e posteriores, e macOS 10.13 e posteriores.

Concorrência

A pandemia impulsionou os serviços que permitem realizar conversas em vídeo com duas ou mais pessoas. O Facebook entrou na disputa contra empresas como Zoom, Google, Microsoft, entre outras em abril de 2020.

A companhia de Mark Zuckerberg liberou um recurso que permite que o aplicativo Messenger possa realizar chamadas em vídeo com até 50 participantes. O limite anterior era de apenas oito pessoas.

Em outubro de 2019, o serviço de mensagens do Facebook contava com 1,3 bilhão de usuários e só tinha menos internautas cadastrados do que o WhatsApp – que também é do Facebook e tem mais de 2 bilhões de usuários. Nos dois serviços, mais de 700 milhões de contas por dia realizam videochamadas.

A companhia certamente está preocupada com o crescimento de rivais neste setor. Em especial, a Zoom Video Communications. Fundada em abril de 2011 por Eric Yuan, a empresa americana que oferece um serviço de chat por vídeo foi uma das que mais cresceram durante a pandemia do novo coronavírus e viu suas ações dispararem 136% desde o começo de 2020.