Rio terá toque de recolher a partir de sexta-feira

Diante do aumento no número de casos de Covid-19 e a falta de respeito às regras sanitárias e de civilidade, como distanciamento social e uso de máscaras, o prefeito Eduardo Paes (DEM) e o governador em exercício do rio, Claudio Castro (PSC), decidiram por novas medidas restritivas no combate à disseminação da Covid-19.

A partir desta sexta-feira estará proibida a permanência nas ruas da cidade do Rio de Janeiro entre 23h e 05h. Isso não impede a circulação de pessoas.

O objetivo do novo decreto de restrições da Prefeitura do Rio é diminuir a quantidade de gente nas vias e evitar aglomeração.

Bares e restaurantes só poderão funcionar entre 06h e 17h, com capacidade máxima de 40% de ocupação. Casas noturnas e boates ficarão fechadas. Feiras só poderão funcionar para venda de produtos alimentícios.

Inicialmente a medida valerá por uma semana.

Escolas que voltaram a ter aulas presenciais seguem abertas.

As Polícias militar e civil, Corpo de Bombeiros e Guarda Municipal vão trabalhar na fiscalização.

Os agentes poderão reter ou apreender mercadorias, produtos e bens, além de aplicar multas e interditar o local ou estabelecimento que descumprir as regras.

O valor máximo da multa individual passa de R$ 112,48 para R$ 562,42 para quem estiver sem máscara e aglomerado, por exemplo.

Na manhã desta quinta-feira (04), a prefeitura antecipa o nono boletim epidemiológico. ACOMPANHE AQUI.