Secretaria Municipal de Educação do Rio seleciona professores para o programa Rioeduca na TV

A Secretaria Municipal de Educação do Rio está com processo seletivo aberto para 41 professores da rede do município que queiram lecionar no ensino remoto por meio do programa Rioeduca na TV, transmitido pela TV Escola. Em edital publicado no Diário Oficial do Município, a Subsecretaria de Ensino e Subsecretaria Executiva da SME divulgaram as regras da seleção interna para professores regentes lotados nas unidades escolares do município.

A produção e implementação de videoaulas têm duração prevista até o dia 31/12. O Rioeduca na TV vai oferecer videoaulas gratuitas para todos os 644 mil alunos da Rede Municipal de Ensino, reforçando o processo de aprendizagem remoto durante a pandemia. Será para alunos de todos os anos  - Currículo Carioca da Educação Infantil, Ensino Fundamental (1º ao 9º ano), projetos de correção de fluxo, Educação Especial e Educação de Jovens e Adultos.

Podem se inscrever professores de todos os anos escolares oferecidos pela SME, conforme critérios estabelecidos no edital. Para participar é preciso atender aos seguintes requisitos: estar disponível para o cumprimento da jornada de 40 horas semanais, com limite máximo de 8 horas diárias; comprometer-se com os objetivos do programa Rioeduca na TV; estar disponível para participar de formações da SME que ampliem as possibilidades metodológicas para atuação, planejamento e roteirização das videoaulas; não ter sofrido nenhuma penalidade ou inquérito administrativo nos últimos dois anos; e comprometer-se com os requisitos básicos do servidor (idoneidade moral, assiduidade, disciplina e eficiência). A carga horária do professor poderá ser complementada por meio de dupla regência para alcançar o limite máximo de 40 horas, considerando 8 horas diárias compreendidas entre 7h e 19h.

Inscrições

Os professores interessados em participar da seleção para lotação temporária deverão acessar até o próximo domingo (07) o formulário on-line por meio deste link.

Os candidatos deverão remeter, via anexo, os seguintes documentos: currículo com até duas páginas em PDF, contendo experiência profissional do professor regente e certificados; link (modo público) com vídeo produzido pelo professor em um objetivo/habilidade descrito no Currículo Carioca, conforme orientação do edital; e declaração de ciência do diretor da unidade escolar em que o professor regente esteja lotado sobre sua participação no processo seletivo.

Para participar é necessário ter prática em aplicativos e ferramentas digitais de usos educacionais, conhecimento básico de produção, edição, roteirização de videoaulas, compreensão da legislação brasileira de inclusão no desenvolvimento de todas as suas atividades, respeitar, abordar e pautar as suas práticas de acordo com as leis n.º 11.645/2008 e 10.639/2003 que instituem a obrigatoriedade do ensino de história e cultura africana, afro-brasileira e indígena, ter uma estrutura didática coerente com o formato de produções das videoaulas, planejar aulas que dialoguem com os processos de interação e mediação com os seus pares e produzir recursos pedagógicos e interativos que deem subsídio às aulas produzidas.



Seleção

Os professores participantes do processo de seleção terão a documentação e videoaulas analisados entre os dias 8 e 15 de março. A nota final de classificação será o somatório dos pontos obtidos na avaliação curricular e na pontuação atribuída na análise da videoaula, que irá considerar o conteúdo, a edição, originalidade e comunicação. Serão desclassificados professores em que as videoaulas apresentem problemas técnicos/físicos que impeçam o acesso e o tempo seja superior ao estabelecido.

Classificação

Serão divulgados no dia 16 de março os resultados da avaliação dos dados cadastrais, curricular e videoaula. Será considerado aprovado o participante do processo seletivo interno que obtiver nota final igual ou superior a 5,0 (cinco). A ordem de classificação para requisição imediata será disponibilizada na ordem decrescente de suas pontuações dentro de cada ano/área de atuação escolhido pelo professor participante no processo seletivo.

Caso haja igualdade de nota final de classificação, o desempate será definido conforme os critérios, na seguinte ordem: professor com maior nota na seleção da videoaula; professor com maior nota na avaliação curricular; professor com maior nota no item de experiência em produção e gravação de videoaulas; professor com maior nota de experiência em cursos que instrumentalizem a produção de videoaulas (edição, produção e roteirização).

Recursos, resultado final e requisição

O requerimentos para recursos poderão ser remetidos entre os dias 16 e 18 de março por meio do link. O recurso será avaliado e julgado com o resultado final, a ser divulgado no dia 22 de março no Diário Oficial e nos canais oficiais da Prefeitura do Rio.

Os selecionados dentro do número de vagas serão requisitados pela SME a partir do dia 23 de março. Os demais docentes irão compor o banco de habilitados, por ordem de classificação, pelo prazo de validade do programa.

Os professores escolhidos não perderão os direitos em relação à regência de turma por ocasião do término da requisição. A seleção interna não altera qualquer vínculo funcional dos servidores inscritos e selecionados com a SME, e não gera qualquer expectativa de direito quanto às condições de exercício de atuação ou remuneração.

Para mais informações, acesse o edital completo aqui